O Oscar é a principal premiação do cinema mundial e, em 2016, não foi diferente. Entre as diversas categorias, o design de produção é uma das mais importantes, já que é responsável por criar o universo em que a trama se desenvolve. Entre os principais concorrentes naquele ano, um filme se destacou entre os demais: Mad Max: Estrada da Fúria.

O filme se passa em um mundo pós-apocalíptico, onde a água é escassa e a gasolina é preciosa. A produção se destacou ao criar um universo único, com cenários impressionantes que transportaram o público para um universo completamente diferente. Desde a criação dos veículos aos detalhes das roupas, tudo foi muito bem pensado para que o público se sentisse dentro da história.

Um dos pontos que mais chamam a atenção é o uso da cor. O filme é predominantemente laranja e esverdeado, o que deixa a fotografia ainda mais impactante. Além disso, a utilização de luz natural em muitas cenas ajudou a enriquecer ainda mais os cenários.

Outra característica marcante foi o uso de materiais reciclados para a composição dos cenários. Carros antigos foram desmontados para se tornarem parte de um novo objeto, como o carro cama ou o guitarra-voadora. Essa escolha tem uma conexão direta com a história: em um mundo pós-apocalíptico, os personagens precisam se virar com o que têm e, por isso, reciclam o que podem. A escolha foi muito bem-vinda e contribuiu com a estética da produção.

Os figurinos não ficaram para trás. As roupas foram criadas para se integrarem perfeitamente aos cenários e veículos. Cada personagem tem um visual único, mas todos têm em comum o fato de serem específicos para o universo em que se encontram. A combinação de peças feitas a partir de couro, jeans e outras texturas, ajudou a criar um clima maravilhoso.

Além disso, a escolha de manter a aparência dos personagens em constante evolução foi uma sacada brilhante. Através da aparência deles, podemos ver a evolução da história e isso ajuda o público a se conectar ainda mais com a trama.

Por fim, o design de produção de Mad Max: Estrada da Fúria é um exemplo de como uma equipe talentosa pode criar um universo único e imersivo. Todos os detalhes foram pensados para se complementarem e formarem um todo coeso. Não à toa, o filme acabou recebendo várias indicações ao Oscar, incluindo melhor filme, melhor diretor e, é claro, o melhor design de produção.

Em conclusão, o Oscar 2016 revelou o favorito dos cinéfilos e críticos da sétima arte: Mad Max: Estrada da Fúria. A produção foi um sucesso de crítica e bilheteria, e deixou um legado ao cinema. Com seu universo único e cuidadosamente criado, o filme arrancou suspiros do público e levou o prêmio de melhor design de produção para casa.